Não são personagens de um filme, por Pi Gaivão

Visitar a Terra Santa é uma graça única, mas o que mais me marcou nem sempre foi conhecer os lugares santos, mas sim as pessoas que neles vivem.

Israel e os judeus, e a Palestina e os muçulmanos dividem estes territórios, enquanto que os cristãos vivem nestas terras quase por favor. Ao visitar Jericó e Belém, tive a oportunidade de conhecer as comunidades cristãs e perceber o quão poucos são: em Jericó 500, 220 católicos, em Belém 1%.

Não é o número que me impressiona, mas sim as condições em que vivem. Estas pessoas sofrem muito, num ambiente de grande insegurança, com alguns dos seus direitos muitas vezes esquecidos. Um exemplo bem visível são as lojas dos cristãos que não têm montras, as que existiam foram fechadas, e as portas reforçadas.

E estas pessoas não são personagens de um filme, elas existem, têm famílias. Mas mantêm a sua Fé, lutam para que não se perca e para que permaneça.

Peço a Deus por eles! E agradeço a possibilidade de os ter conhecido!

Advertisements
Não são personagens de um filme, por Pi Gaivão

One thought on “Não são personagens de um filme, por Pi Gaivão

  1. Maria Helena Cardoso says:

    este ano de 2015, por não conhecer esta agência, não fui à Terra Santa. Para o ano, caso se realiza nova viagem, gostaria muito de vos acompanhar.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s